sexta-feira, novembro 21, 2008

Sogrinha a faxineira I

Bem não posso deixar de dizer que sogrinha sempre no fim do ano e antes de datas feriados importantes como Pascoa e/ou quando dá na telha dela ela resolve me ajudar a limpar esse imenso palacete onde moro de 42m².

Como se eu precisasse de ajuda. E é quando ela quer e resolver de acordo com o tempo e vontade dela. Eu já disse que isso aqui é a sucursal da casa dela. Bem não importa.
A verdade que para o Natal esse ano ela começou na véspera do meu aniversário bem no dia 17, esse ano completei 40 anos no dia 18.

No BRasil eu pedia folga, para ir ao cabelereiro fazer unhas, depilação, não que eu fizesse isso no dia do aniversário...Fazia antes claro. Mas no dia do meu aniversário gosto mesmo de ficar quietinha no meu canto. Mas para os austríacos do pós guerra e bota pós guerra nisso por que lá se vão 60 anos. Os dias importantes de brasileiros não fazem a menor diferença para eles. Por exemplo o Domingo, eles nem comem como nós algo especial, fazem a mesma comidinha cansada de todos os dias. Outros jejuam como Franz e acham que você tá fora de forma e deveria jejuar com ele, para desintoxicar. Fala sério!... Em verdade é apenas para ele não ter vontade de comer e te forçar a fazer jejum.

'Tá to enrolando... Sogrinha esse dia 17 resolveu começar pelas janelas e cortinas... Me ligou:
_ Guizella? Que horas Franz sai? Pois então eu vou aí limpar a cortina. Você vai a Viena??? Talvez??? Então eu ligo às tres, para saber e vou depois que Franz sair...

E eu pensei:

- PUTZGRILLA!!!!! HOJE???Por que hoje????

Eu não sei porque mas austríacos têem fixação com a janela alheia. Sogrinha sempre pergunta quando eu limpo as nossas, aqui do palacete, se estavam muito sujas? Mas o que interessa mesmo???? Já não foram limpas... Eles tem uma neurose. As janelas tem que estar transparentes ao ponto dos pobres pássaros baterem com a cabecinha no vidro...Isso para mim é insuportável se eu não limpar ela vem limpar... Pensem!!!

Bem eu devo dizer que eu todo dia devo esperar Franz e seunumero 2 de tres horas no banheiro, enquanto isso cozinho, vejo emails as vezes durmo, vou a uni. Mas essa segunda-feira eu queria mesmo era folga do mundo... E quando Franz sai do banheiro, o banheiro está cheirando a cigarro, com paredes suadas, e sem contar a janela que ele abre para arejar o local. Então eu tenho que tomar banho um hora depois dele, rezando para a droga da água não esfriar por que temos um boiller elétrico e verão já acabou faz tempo. Se eu demorar demais a água esfria. Eu me sinto assim na etiópia depois de anos ameaçada a levar choques de chuveiro regulando entre primavera e verão e ouvindo papai dizer que não é sócio da CEB. O fato que levando choque ou não é muito confortável essa coisa de abrir o chuveiro a auga quente sai direto. Na Áustria é também possível, mas maridão não aceita opiniões femininas em coisas que ele conhece melhor que Eu. Foda-se!!! Quer pagar mais, pague! Mas deixa eu tomar banho quente... Bem o banho para mim se tornou tortura... Sem contar aquela coisa de alguém preocupado se a agua quente foi suficiente para seu banho, e se você já tomou banho por que agua vai esfriar. Naturalmente Enevante...

Bem, a idéia foi: eu tenho detergente, um spray multiuso poderosíssimo, e tenho limpador de janela, panos de chão brasileiros da gema, e muito papel toalha... Com este arsenal eu lavo todas nossas 5 janelas em 50minutos, ou menos dependendo do grau do emputecimento... Pois bem lavei todas as janelas, tireie as cortinas e pus na máquina. Salvei o meu dia. Pois filhão só disse. Ahh por isso você está limpando as janelas.

Por que sogrinha vem sempre "ajudar" mas tem sempre aquele tom de quem ensina cuidar da casa do jeito dela. E sinceramente os métodos de limpeza austríacos, nem de filhao, nem de sogrinha, me convenceram. Não preciso nem dizer o por quê! Ou Preciso? Mas ela sempre diz:
- Olha Guizela, como ficou bom? ou
- Olha como fica bem quando tá limpinho... Que de passagem é um tique austríaco e insuportável... Mas sogrinha é assim meiguinha e vai fazendo as dela. Mas eu já to aprendendo... Odeio que me ensinem a fazer o trabalho que eu faço todo dia.

Quando sogrinha ligou as tres, tudo pronto. Tadinha ela ficou desapontada.Fiquei até com dó. E quase disse tem uma loucinha aqui... Então ela deu um jeitinho veio trazer um agrado para mim. Deus viu! Trouxe meu presente de aniversário. E chegou bem na hora de tirar as cortinas da máquina. Mas não se deu por contente. E voltou para trazer as cortinas que eu tinha para a sucursal trocar. E lá se foi o fim da minha tarde embora... Forçou a barra e eu tive que pendurar as cortinas na hora antes que ela subisse na escada e caisse e eu fosse presa por que deixei a anciã teimosa subir na escada... Preciso dizer que sogrinha não aceita não como resposta?

Mas antigamente até que isso me aborrecia mais... Por que minha mãe tem glaucoma, e enxerga pouquinho, diabetes, artrose é estressadíssima e além de ser hipertensa e chantageadora de filha... Quando eu morava sozinha ia lá para casa e vinha com aquele papo... Ahh eu bem queria te ajudar.. E eu já ia dizendo: mas não pode e eu quero tudo como está! Mas mamãe é minha amiga íntima. Eu sei onde apertar. Sogrinha faz o jogo, por que eu não posso destratar ou ser rude. Mas aos pouquinhos to aprendendo a dar um "chega para lá"... Então por todos esses motivos eu perdi o pudor e deixo ela limpar. Ela tá fortinha e bastante lúcida. Quando ela vem para limpar eu nem dou mais atençao. Antes eu era pelo menos assistente. Nem ligo mais... mas também não chamo...

E aí o que vocês fariam?

Um comentário:

LuLu disse...

HAHAHAHAHAHA.. Voce me mata, Gi! Adooooro!! To aprendendo com vc, sabia? Minha sogrinha, que também nao é minha amiga intima, jà ta andando melhor nos trilhos. Esse tal de nao aceitar NAO como resposta jà nao me abala mais, assim como voce faz. Quer arrumar? Entao arrume, mas me deixe aqui quieta fazendo outra coisa. Né, nao?