domingo, maio 31, 2009

Mais uma do Vladmir Majakovski - O Amor

Essa é uma poesia que foi musicada pelo Caetano e gravada pela Gal. Pena eu nao ter achado nada no Youtube. Mas aqueles os nacidos nos anos 70 vao lembrar.


O AMOR

Um dia, quem sabe,
Ela que também gostava de bichos,
apareça numa alameda do zoo,
sorridente,
tal como agora está no retrato sobre a mesa.
Ela é tão bela, que por certo, hão de ressuscitá-la
Vosso Trigésimo século ultrapassará o exame de mil nadas,
que dilaceravam o coração.
Então, de todo amor não terminado
seremos pagos em enumeráveis noites de estrelas.
Ressuscita-me,
nem que seja porque te esperava
como um poeta,
repelindo o absurdo cotidiano!
Ressuscita-me,
nem que seja só por isso!
Ressuscita-me!
Quero viver até o fim que me cabe!
Para que o amor não seja mais escravos de casamentos,
concupiscência,
salários.
Para que, maldizendo os leitos,
saltando dos coxins,
o amor se vá pelo universo inteiro.
Para que o dia,
que o sofrimento degrada,
não vos seja chorado, mendigado.
E que ao primeiro apelo:
- Camaradas!
Atenta se volte a terra inteira.
Para viver
livre dos nichos das casas.
Para que doravante
a família seja
o pai,
pelo menos o universo;
a mãe,
pelo menos a terra.


Vladimir Majakovski(1923)

Update: Vídeo enviado pelo comentário da Aninha do "Um Coracao perdido no mundo"

sábado, maio 30, 2009

Só Jesus na causa!

Eu conversava com uma amiga de Brasilia pelo skype essa semana e ela estava me mostrando uma coisa que eu já pensava a muito tempo. Os Bnovos bairros de Brasília, ou novos condomínios em quadras parques. É um absurdo a gente ver a discrepância da cidade. Construindo casulos de abelhas para famílias morarem. Viena é uma cidade bem peculiar parecida com Brasilia, por ser capital da Austria, ter a sede de governo, partidos estranhos, políticos falando besteiras, outros fazendo coisas certas, custo de vida alto, gente de todo o lugar do mundo, dificil encontrar apartamento, sem contar a dificuldade de estacionar que quando eu saí de Brasília era dificilimo e segundo uma amiga agora tá impossível. Com uma diferenca, o transporte em Viena funciona e a cidade é bem irrigada com onibus, trens de superfície e metrô.

Mas é possível achar em viena uma kitnet com preco e espaco dignos para uma pessoa solteira ou um casal morarem. Se for um apartamento de tres comodos que significa sala 2quartos cozinha e banheiro o preco para compra pode variar entre 100 a 200mil euros dependendo do bairro e idade do predio, além de outras opcoes bastante interessantes. Mas e nesses cômodos podem ser colocados móveis comprados em lojas de precos de custo razoável que nao vai fazer ninguém dever os olhos da face.

Brasília nao tem isso. Os lancamentos imobiliários sao rídiculos. Condomínios com, piscina para adultos, piscina para criancas, sauna, academia,salao de festas uma ou duas vagas na garagem, play ground e aí voce pensa que o apartamento deve ser enorme. Naaadaaa disso! Apartamentos de tres ou quatro quartos de com 100 metros onde nos quartos nao cabem uma cama de solteiro. Ou se voce puser uma cama de casal queen(que nao é a maior) no quarto nao vai caber o armário ou voce nao poderá passar para o outro lado. Salas pequenas. E tudo isso num bairro criado longe do centro sem transporte sem comércio, sem nada, pois é um empreendimento novo. Eu lembro que quando surgiu o sudoeste, dois anos depois cheio de gente morando ainda nao tinha sido asfaltado e transporte só para quem tinha carro. E bicicleta em brasília era impossível. Eu quero saber se o plano do Arruda de sinalizar a cidade para os ciclistas tá funcionando. Aguas claras foi urbanizada e o metro funcionou por muito tempo só até oito da noite. Metro aqui em viena para à meia noite. E aí entra em funcionamento a linha de onibus noturna que fazem o percuso dos trens. Em Brasília até estabelecerem os famosos corujoes(onibus na madrugada) demorou a beca e quase deu briga. E o pobre do cidadao é o que mais sofre.

Ao mesmo tempo eu lembro que mudei para um apartamento bacana, e antigo(Antigo em bsb significa até 40 anos. Aqui é fácil morar numa construcao de 100 ou 200, lembrando que o século virou faz tempo.) que um amigo havia me alugado, e passei um tempo sem pegar estrada todo dia. Quando mudei da casa dos meus pais, Santa Maria ficava bem longe da pista, tres anos depois um dia olhei para o lado e os muros dos lotes estavam a 50 metros da pista. Até perigoso. Aqui qualquer via rápida tem um isolamento com muros de madeiras e concreto, para as cidades. No Brasil ainda nao. Eu sempre achei no mínimo perigoso.

Voltando aos conomínios, ninguém me perguntou,mas eu sempre achei, o preco dos imóveis em Brasilia absurdo, principalmente em relacao ao salário que se ganha. Salário normal. Tipo uns 1500 reais.. Por que a populacao nao ganha 10mil nem 15 mil reais. E sim uma minoria grande. Uma vez na vida eu ganhei 3500 reais. E suei para conseguir o trabalho. Nunca tive chance de comprar um apartamento. Que fosse na periferia. Sempre tive que morar com meus pais. E as vezes vejo pessoas da minha idade aqui que já construiram casas, claro com sacríficio, a pelo menos 10 anos.
E eu tenho amigos em outras cidades que ganhavam os mesmos mil e quinhentos e dois mil reais que conseguiram o sonho da casa própria. E aí eu pergunto. Onde isso vai parar. E vejo as favelas, morros e periferias incharem cada vez mais. Movimentos sem terra, sem teto, sem nada. E rombos na previdencia, saúde, transportes ruins, e uma desorganizacao total. E isso me dá uma enorme tristeza em ver que tudo que a gente faz, todo imposto pago, nao nos dá o benefício que necessitamos. Quando é que isso vai melhorar? Quando o brasileiro vai ter salário justo e formacao justa e poder se auto gerir sem precisar do paternalismo do governo? Eu acho que só Jesus na Causa.

sexta-feira, maio 29, 2009

Adolescencia só é boa na foto?

A Denise, do Sindrome de Estocolmo, fez esse post sobre adolescência, e eu fiz um comentário que ficou longuíssimo. E aí resolvi postar aqui o comentário e postar lá uma curta.

Saudades da adolescencia em si, nao tenho. Mas gostava de coisas que eu tinha na adolescencia, como o lugar que eu morava, as músicas que eu ouvia e claro o corpinho de silfide, entretanto eu era magrela embora todos me achassem gorda como sempre, adorava meu corpo mas odiava meu rosto. Bochechas demais e aparelho nos dentes com anel em todos os dentes. Hoje morro de inveja dos grampos de silicone. Mas pior mesmo era minha amiga Fernanda, que vivia com um macacao jeans todos os dias, acho que ela tinha até mais de um, por que usava um aparelho ortopédico na coluna, além de aparelhos nos dentes, daqueles que tem o estoral, com elástico que que puxam os dentes com um arame por fora da boca. E eu morria de dó dela, que era uma das minhas melhores amigas e nao podia deixar de ser, era o cabecao da turma.

Embora eu tenha sempre estudado em colégios católicos, e meus pais eram bastante rígidos mas eu nao tinha essa falta de liberdade que as pessoas reclamam na adolescência. Eu era filha de militar, minha mae técnico de enfermagem filha de militar numa família de Vila Isabel, quase uma tradicao. E para completar tudo isso eu cresci no auge do governo militar.
Mesmo assim acho que minha adolescência foi meio anormal. Frente a das outras pessoas. Eu sempre fui muito cabeca, e muito debochada e palhaca. Nao que eu fosse extrovertida. A extroversao chegou a minha vida na universidade. Eu era e sempre fui muito na minha, tanto que no primeiro ano, eu mudei de turno e numa daquelas eleicoes de "os mais mais da turma" eu acabei ficando com o título de a mais metida. Adorei por que eu fazia questao de ninguém me ver, por que eu era muuuuuiiiiiitttttooo tímida. Eu sou engracada acho coisas legais em coisas ruins. Mas o melhor foi por que essa eleicao foi feita pelos meninos da turma, acho que como eu achava que tinham meninas mais bonitas eu nao ficava assim me oferecendo como o resto da galera faz na adolescencia. Daí e eu ganheio o título.
Acho que tive momentos na vida muito piores que a adolescência.

E claro nao foi psicológicamente a pior época da vida. Eu nisso depois quando iniciei a faculdade, mas eu via pelas minhas amigas. Tudo era muito sofrimento, muito drama, era uma vida meio Ultraje a rigor a galera era meio "inútil" e "rebelde sem causa".
Bem, eu morava em Brasília, que é sempre foi, sempre será uma ilha da fantasia. Naquele tempo eu já sabia. Embora eu assistisse tudo pela tv eu me achava meio alienada políticamente. Nunca pude ir a um comício pró Diretas Já, tambem meus pais nao deixavam por que nao queriam filho em baixo de cacetete. Eu nao tinha uma horário para chegar em casa, mas meus pais sabiam sempre onde eu estava, e nessa época nem existia celular. Na verdade sabiam por que me conheciam bem e sabiam o que eu fazia. Se eu estava em casa era sempre no meu quarto ouvindo música, e sofrendo de amor nao correspondido por um amigo, que até hoje é meu amigo, o cara tava dentro do armário se é que voces me entendem, acho que nesse ponto perdi muito tempo. Talvez nisso eu quisesse voltar e beijar muito, mas na verdade eu queria mesmo era viver aquele amor. Que também me protejeu de outras coisas ruins que podiam acontecer.

Brasília, nos anos 80 era uma cidade onde uma adolescente de 15 anos podia sair da casa de amigos a pé às duas da manha, mesmo morrendo de medo, atravessar o eixo sem ser atropelada, e chegar em casa a salvo, sem sofrer nenhum risco. Coisa que hoje nao se pode nem em Viena, com toda a seguranca da cidade. E naquela época já existiam drogas na cidade e toda sorte de outras coisas. MAs a vida era tranquila. Mas acho também que meus pais acertaram, pois nao tive grandes conflitos, e se tive nao os lembro. MAs lembro também que eu fazia tudo para que eles nao notarem minha existencia e eu poder ficar em paz. Na verdade o grande problema eram meus irmaos, talvez por isso eles nao me notassem tanto.

E eu também nao era chegada a grandes baladas, andar em turmas, eu tinha apenas dois amigos que víviamos juntos, ou alguns amigos que eu visitava e me visitavam de vez em quando. E como voces viram namorei quase nada. O que hoje ninguém acredita. Mas tudo passa, tudo pasará, como diria o bom Altemar dutra. Pensando assim eu voltaria a ser adolescente, mas eu queria com a sabedoria que tenho hoje. Pois eu teria aproveitado mais coisas. Embora eu aproveitei muito a minha. À minha maneira claro!

terça-feira, maio 26, 2009

Tolerancia é... (Humpf!)

Quando seu futuro marido, decide que a cerimônia de casamento deve ser de manha por que durante a tarde ele vai nadar...
E voce aceita, com um sorriso nos dentes branquinhos e olhos brilhantes!

sábado, maio 23, 2009

Em nome de Deus!

No site da Revista Época, hoje li a matéria sobre a exposicao do fotógrafo Pedro Stephan, com 150 fotos de Luana Muniz, a nova "Madame Sata", que é um travesti que mora, trabalha na lapa, e é líder da comunidade gay que trabalham na prostituicao da Lapa.

O que me deixou mais estarrecida foram os comentários contra as fotos, a exposicao,e o trabalho do fotógrafo e as piadas que estao foram feitas a respeito do assunto. Além de dizerem que Deus nao aprova esse tipo de pessoa. Como se Deus tivesse pagado a pessoa que fez o comentário para advogar por ele, ou ainda passado uma procuracao para que tais pessoas falem em nome dele aquilo que ele acha ou nao acha, o que ele aprova ou nao. Acho cafoníssimo, kitch, ultrajante, usar Deus como sujeito dos nossos pensamentos reacioários. Antigos e Atuais governos fizeram e fazem isso ainda hoje. Religioes o fazem para dominar pessoas. E as pessoas fazem paras se safarem daquilo que teem preconceito dizendo: " Deus nao Aprova", "Deus nao permite" "Deus nao gosta", "Deus castigará"... E o pobre do Deus só quer descansar e ficar na Dele por que tem muita gente dizendo Seu nome em Vao.

E isso tudo foi após eu ler um post da Raquel do Gringa no Brasil sobre o crescimento- crescimento foi no passado hoje é dominacao - das religioes evangélicas no Brasil em detrimento do catolicismo que anda em crise pelo mundo todo com a chegada do Benedito deixando tudo que Joao Paulo II havia evoluído. E olha que nem foi tanto assim. E fiquei assim com essas duas histórias na cabeca.
Quando nós somos preconceituosos. Sim! Pois todo mundo é preconceituoso em algum momento da sua vida. Eu ja disse aqui que detesto unhas francesinhas de 2cm de comprimento usadas aqui, acho feio e se minha mae usar eu paro de falar com ela! Isso é o que entao???A gente pode ser preconceituoso? Pode! Mas devemos ser tolerantes. E eu de verdade nao ligo para as vizinhas com francesinhas de um metro, eu simplesmente nao uso. Cada um tem direito de fazer o que quer com o proprio corpo. Seja ruim ou bom. Seja bonito ou feio. Seja legal ou ilegal. Mas é direito de cada aprove eu as francesinhas ou nao. Goste eu do piercing ou nao as pessoas vao usar ou fazer. E sempre vai haver quem compre ou venda. Pois o mercado é assim até para religiao. Eu acho muito pior beber e dirigir do que um homem decidir ser mulher e se prostituir. Nele vai quem quer, ele nao obriga ninguém. Agora beber e dirigir e matar dois inocentes pode. Assaltar mae de familia e arrastar crianca pela rua pode!Minha pergunta é: Quantos crimes ainda serao cometidos em nome de Deus?

Luana Muniz foi documentada por uma tv alema, eu ja vi esse documentário várias vezes, onde ela fala dela mesma e sobre seu trabalho de lideranca e prevencao das DSTs e HIV além do uso de drogas na rua. As fotos sao um arraso. Muito bonitas. E ela merece pelo seu trabalho Lideranca na Lapa. E é a cara do Rio. Quer a gente queira ou nao. Eu nao ficaria surpresa se uma dessas pessoas que diz que Deus gosta ou aprova, chegasse ao dito paraíso e encontrasse ela sentadinha chamando Deus de "Boffe Maravilhoso" enquanto um desses religiosos fervorosos que conhecem Deus tao bem e veem mais alma em um pedófilo que num travesti será encaminhado direto ao fogo dos infernos. Seria melhor que deixassem Deus fora disso!

Para quem quiser quer ler e ver as fotos clique aqui e aqui Quem nao quer ver vai clicar em outra coisa!

Obrigada senhor Starck

Minha primeira experiencia no TED, site que descobri com a Denise Arcoverde do Síndrome de Estocolmo. Ás vezes eu esqueco que estudei Desenho industrial, principalmente depois que eu comecei a costurar e descobri outras alternativas para sobreviver aqui na Áustria. Mas acho que preofissao é isso: nao precisar ficar lembrando todo dia que eu estudei isso, eu tenho esse título, eu sou isso ou aquilo. Acho que ser profissional é algo que assimilamos com normalidade e vira parte da sua personalidade. Como se tivesse nascido com isso. E embora eu nao seja uma fanática pelo trabalho do Philippe Starck eu vi essa palestra e achei bastante interessante. Me fez por um acaso lembrar e em seguida esquecer dessa minha profissao. O lembrar foi tipo entrar dentro de um armário abarrotado de coisas e puxar algo sem querer e descobrir que estava ali. O esquecer foi como ver que a coisa que está ali é ainda útil, funciona e esta bem ao alcance da mao, mas saber que tenho algo que é mais novo, eficiente e que substitui o antigo, mas que o antigo está sempre ali. Fechei meu armário e fiquei feliz. Nao sei se alguém entendeu essa minha filosofia sobre ser designer, mas "está no meu confuso e iniciante, com tanta coisa por mostrar e fazer" blog Menina Fuxiqueiraq ue me ajudou a resolver essa questao "ser designer" com a qual eu vivo a 20 anos. Que aliás nunca foi algo assim muito preocupante. Mas eu penso que só agora com o blog, ela se tornou se incorporou a minha personalidade. E eu gosto dela assim no sangue. Talvez fosse por isso que eu me debatesse tanto vendo tantos caminhos e para o designer tanto que estudar, tantas divisoes e tanto ainda por fazer. Engracado que eu nunca tive crises profissionais, nunca questionei porque sou designer. Talvez por que eu ja tivesse estudado Direito(4 dias) e depois Engenharia Florestal(2anos). E tive uma febre de ser jornalista e outra Arquiteta. Mas mesmo nao ganhando muito com isso, mesmo nao tendo conseguido emprego aqui eu nao tenho crises. E vi tudo isso como se um raio partisse meu cérebro em dois e mostrasse aquilo que eu nao via. O insight foi devido ao Starck, por quem nao sou fanática, mas devo agradecê-lo por ter me ajudado tanto!

La vie des animaux selon les hommes

Só devo dizer que é muito bem sacado. E bastante engracado. Bom Fim de semana.

quarta-feira, maio 20, 2009

quinta-feira, maio 14, 2009

Do it yourself - Faca voce mesmo II

Em outro post eu respondia a Silvana, do Esquina da Sil, sobre colocar azulejos. Uma amiga ligou-me para hoje e me contou que ela havia assentado o piso no porao, junto com o filho. Na verdade ela ja havia feito um curso numa loja de construcao, mas me disse que no Youtube era possível encontrar tudo que uma pessoa precisa saber para assentar pisos,azulejos, carpetes de madeira, pintura de parede. Aliás pintura em parede aqui acho a perfeita embora os caras fiquem todos borrados de tinta, nao sei o por quê, mas a técnica da fita crepe me deixa tonta. Outro dia vi dois caras pintando uma faixa indicadora do botao do elevador em 5 minutos que tinha uma tremenda categoria. Bem no youtube é possível achar coisas que a gente nem imagina.

Deiixo aqui um vídeo para dar exemplo do que eu contei a vocês. Um vídeo do portal DiY, Do It Yourself. Para quem tem, ou quer fazer pequenas reformas em casa é possível aprender. Mas nao esqueca que e preciso ver os videos de como preparar a parede ou o chao para receber o azulejo ou o piso. Eu ja economizei uma graninha por aqui fazendo coisa por que a mao de obra aqui é cobrada por hora e é salgadinha.

quarta-feira, maio 13, 2009

A pior cantada.

Você já recebeu uma cantada ruim? Ruim mesmo daquelas que você recusa e o cara ainda tem coragem de insistir? A Silvia de BH, me mandou um email que me fez lembrar uma das piores cantadas que já recebi. Eu vou postar aqui.
O meu caso se passou foi a há uns cinco anos, e até que eu "guardava" algum interesse pelo rapaz. Talvez algum tipo de curiosidade que nem o amigo Freud explicaria. Acho que era por aquela coisa de você ser solteira, mais de 30 anos, morar sozinha num ap arrumadinho e bonitinho, ter o próprio carro, e um salário legal. Enfim independente. E mulhres independentes e solteiras existem aos montes e todo mundo quer arrumar namorado para elas. As amigas mais novas, ou mais velhas, casadas e com filhos, pensam que você ficou para titia. Dos filhos delas, claro. Tia eu sou desde os 11 anos. O que me ajudou a nao ter complexo de encalhada.Embora nao ser solteria e nao ter tais complexos é uma abertura para o uso de umas das cláusulas leoninas dos contratos das relacoes sociais. Tá lá em letras pequeninas... Solteira sem complexos tem que ser complexada, senao nao é bem aceita! E daí ficam tentando te "ajudar" empurrando os amigos bacanas, embora no fundo sejam mala em algum caso. Mais ajuda quem nao atrapalha!

A intencao da minha amiga era juntar dois amigos que ela gostava muito. E pois se a
criar "oportunidades" de nos encontrarmos por obra do acaso. Adoro a vocacao que os seres humanos possuem para Cupido. Bem, depois da terceira vez passa ser comum e você entra na brincadeira, custa nada, nao é mesmo? Um dia ela falou diretamente que achava que a gente, eu e ele, fazíamos o par perfeito. Bingo!!! Caí.

A forma mais simples de aproximar, e distanciar, duas pessoas é dizer a eles que um está interessado no outro. Nao sei a razao. Por menos que tenham em comum, Sempre vai colar. Pelo menos por uma semana. E é muito mais fácil paquerar quando se acha que nao vai ser totalmente rejeitado, ou que se tem alguma chance.

Bem a questao é que um belo dia, eu tava me despedindo do cara, desejando bom fim de semana e o cara se vira para mim, na lata, e diz, com a maior sem cerimônia:
- Tá rolando um papo que você está a fim de mim, é verdade???

Bem, eu na hora congelei. Fiquei por dois segundos muda. Segundos esses que foram uma eternidade. Eu posso dizer que achava que já tinha visto e ouvido todas as histórias de cantadas do mundo, pelo menos brasileiras. Nao que eu recebesse muitas.Algumas. Algumas dessas assim meio, digamos, decepcionantes, nao muito criativas. Mas essa... Foi algo que me enrubesceu pela a falta de cerimonia e nenhum romantismo e nenhum estilo. Tá bom eu acho que nao precisa se ter uma olímpiada de seducao-Mas mulheres gostam de um joguinho, nao muito-, talvez fosse esse o estilo dele. Duro e seco! Sem sofrimento! Isso foi assim com o ar mais natural do mundo. Como quem diz: pera que vou ali beber água. O tom foi o mesmo. E eu dentro dos meus eternos três segundos. Tudo passando em camera lenta e aquelas expressao grotesca ecoando na minha cabeca. Tá tá tá tá rolando um papooooooooooo que você táááá afim de mim.

Eu só consegui mesmo dizer:
-Estao dizendo, é??? As pessoas dizem cada coisa!!! Melhor nao acreditar.
E sai andando bem rápido. Pensando:"Putz o cara manda mal para k7.Vazaaa Gisele". E nunca mais lembrei da existência dele.

Eu admito que achei a iniciativa dele muuito positiva. Pelo menos ele tinha iniciativa. Mulher adora reclamar que o cara nao tem iniciativa, que e bundao, etc...Mulher nunca sabe o que quer. Talvez o meu constrangimento tenha sido tao grande, que eu passei batida.Eu nao estava esperando. Veja como é a vida. Se eu tivesse aceitado talvez nem estivesse escrevendo isso agora.Teria achado tudo lindo.
Mas para mim essa foi muuuuuiiiitttooo "mal mandada" .

E vocês, alguma cantada ruim? Ou que o cara, ou a mina se desclassificou? Ou mesmo que você mandou pensando que estava indo bem e foi mal pacas? Conte aí se quiser!

domingo, maio 10, 2009

Para patrícios, expatriados ou nao...

Eu recebo várias mensagens de emails e no meu orkut de tv brasileiras transmitidas de forma caseira pela internet.

Mas nenhuma nenhuminha fala de transmissoes de rádios feitas diretamente pelas emissoras brasileiras. O que eu acho meio absurdo, pois as transmissoes radiofônicas perfeitas, nao depende da boa vontade de ninguém como no caso das tvs na internet que sao transmitidas por usuários. E nao pagamos nada só o gasto da internet e da energia elétrica que ja fazemos durante o uso do computador. E só conectar. Eu sempre quis estudar comunicacao. E se eu tivesse estudado com certeza teria feito jornalimo. E adoro os Talkshows. Quando era pequena ouvia o Aroldo de Andrade com minha vó nas férias, em Brasilia ainda nao tinha Radio Globo e a frequencia da Am era muito ruim.

Sempre me encantei pelo barulhinho do Rádio, e pelas coisas que a gente ficava sabendo. Radio é fácil, rápido, e uma das mais rápidas fontes de transmissao, nao precisa montar câmera, maquiar jornalista, e preparar link. Ta tudo lá apertou o botao e botou na mundo. E com o advento internet ficou melhor ainda vc busca o site conecta a estacao e ainda pode mandar um email para o locutor. Quer coisa melhor???

Mas claro que a tecnologia tem seus percalcos. É sempre bom saber quais as configuracoes, programas necessários e quais as portas do sistema podem e devem ficar abertas para entrada no sinal de radio da internet. Tudo certo? Entao deixo aqui os links da minhs rádios favoritas no brasil. E no Mundo. hehehehe

Globo radio - tem todas as radios do sistema globo inclusive a rede cbn.
CBN - Com todas as radios da rede e também um video do estúdio
EldoradoFM - Minha favorita com uma programacao muito boa
Antena1 - Toca musiquinhas legais e pouca conversa, e tem uma hora só de música.
Nacional Fm - Radio do sistema radiobras, antigamente só tocava mpb.
RAdio Câmara - programacao diversificada
Radio Senado - So musica brasileira
Radio Jornal do Brasil FM - Jornalismo muito do Rio de Janeiro
Radio CulturaFM - Música Clássica e jornalismo

Chuta que é macumba!

Eugenia, uma amiga super querida la em Bsb sempre me dizia que sua madrasta era macumbeira.
Eu sempre dizia a ela:
- Mulher deixe disso, essa moda já passou!
Pois vim para Viena estou aqui a dois anos e meio e ela continua me dizendo a mesma coisa.

Mês passado ela saiu de férias e foi para sua cidade natal. Engracado... Eu sempre acho, desde crianca, que cidade natal é onde mora papai noel! Bem, em umas das conversas pelo messenger - benditos sejam skype e messenger que me aproximam dos parentes e amigos - ela disse que o pai perdeu a carteira de identidade ja tem um tempao. E nao sabia onde pois ele lembra nao tê-la usado na rua.
Bem o pai dela resolveu lá pelas tantas na ausência da madrasta que é uma pessoa que segundo ela é o significado da palavra em pessoa, e faz coisas de deixar as madrastas e contos de fada de cabelos em pé. Pois muitas vezes é ardilosa e personifica a maldade. Embora as coisas que ela faz eu vejo com muito humor pois acredito serem atos de ignorâcia e desconhecimento da realidade, e como diz o Evangelho segundo Espiritismo: os espíritos se aproximam do mal por ignorância ou desconhecimento da verdade e do bem.

Nesta reuniao, o pai, disse se sentir mal, achar-se meio influenciado por maus espíritos e etc. E que via que os filhos também nao eram felizes, e que nao sabia o que fazer para ajudar. E bla bla bla.

Eugênia voltou, para o trabalho em Bsb. E a sua rotina diária. Três dias depois sua irma ligou e entre outras coisas contou a ela:
- Geú, papai achou a carteira de identidade.
E ela feliz como todos nós brasileiros ficamos quando achamos documentos que ficaram perdidos por razoes óbvias, pois se o correio acha é mais do que sorte. Infelizmente um CPF perdido no Brasil é motivo para ser vítima de alguns crimes de estelionato e quando descobrimos já é tarde. Ja usaram nosso documento, fizeram o crédito e Inês jaz morta... Nos restam a dívida e o nome sujo. Mas o diálogo seguiu, mais ou menos assim:
- Poxa Nana que legal! Onde estava?...
E agora a melhor parte!
- Bem...Éhhhhhh - Nana meio constrangida - Foi assim: um amigo do papai, seu Jorge Doin, encontrou um despacho numa encruzilhada aqui perto de casa, no alguidá haviam 21 bombons e no meio uma foto do papai com plástificada! Daí seu Jorge Doin trouxe aqui em casa ontem a noite. Papai disse que a foto era da carteira de identidade.

Eu só posso dizer que ri muito da história. Eu sou espírita e acredito que macumba nao pega a menos que a pessoa se sintonize com energias ruins, daí ninguém precisa de macumba nao, é? Só posso dizer: Chuta que é macumba!

Update
Chuta que é macumba, é uma expressao usada para coisas ditas que dao azar...Virou uma gíria no meio dos nossos amigos de Brasília, tipo "pé de pato mangalô..." etc.Nenhuma intecao de ofensa a alguem, ou chutar alguém. Posso ser mal entendida. O texto eu prometi a minha amiga Geú que publicaria por que para ela foi uma situacao constrangedora. Porém engracada.


Entao eu pergunto??? Foi maldade ou ignorância??? O que vocês acham?

sábado, maio 09, 2009

quinta-feira, maio 07, 2009

Catavento E Girassol - Guinga

Eu acordei com essa musica no meu radio CD/MP3 Player, eu adoro Guinga, as composicoes sao a cara do rio.Simplesmente adoro. E como nao gostar??? Na voz de Leila Pinheiro é melhor ainda, para mim a interprete perfeita das cancoes de Guinga. Letra que é complexa mas super poética, após o vídeo.



Catavento E Girassol
Guinga

Meu catavento tem dentro
O o que há do lado de fora do teu girassol.
Entre o escancaro e o contido,
E eu te pedi sustenido
E você riu bemol.
Você só pensa no espaço,
Eu exigi duração...
Eu sou um gato de subúrbio,
Você é litorânea.

Quando eu respeito os sinais,
Vejo você de patins vindo na contramão
Mas quando ataco de macho,
Você se faz de capacho
E e não quer confusão.
Nenhum dos dois se entrega.
Nós não ouvimos conselho:
E eu sou você que se vai
No sumidouro do espelho.

Eu sou o Engenho de Dentro
E e você vive no vento do Arpoador.
Eu tenho um jeito arredio
E e você é expansiva - o inseto e a flor.
Um torce para Mia Farrow
E e o outro é Woody Allen...
Quando assovio uma seresta
Você dança havaiana.

Eu vou de tênis e jeans,
Encontro você demais:
Scarpin, soirée.
Quando o pau quebra na esquina,
Você ataca de fina
e me oferece em inglês:
É fuck you, bate-bronha...
E ninguém mete o bedelho,
Você sou eu que me vou
No sumidouro do espelho.

A paz é feita num motel
De alma lavada e passada
Pra descobrir logo depois
Que não serviu pra nada.
Nos dias de carnaval
Aumentam os desenganos:
Você vai pra Parati
E eu pro Cacique de Ramos...

Meu catavento tem dentro
O vento escancarado do Arpoador,
Teu girassol tem de fora
O escondido do Engenho de Dentro da flor.
Eu sinto muita saudade,
Você é contemporânea,
Eu penso em tudo quanto faço,
Você é tão espontânea.
Sei que um depende do outro
Só pra ser diferente,
Pra se completar.
Sei que um se afasta do outro,
No sufoco, somente pra se aproximar.
Cê tem um jeito verde de ser
E eu sou meio vermelho
Mas os dois juntos se vão
No sumidouro do espelho.

segunda-feira, maio 04, 2009

Diva #5 - Elza!

Elza por que??? Por que faltava musa brasileira. E quem é que tem mais garra, pôde, pode e sempre poderá tudo??? Elza por que Elza tá podendo e nao nega, ela é quase Ella. Mas é mais ela! Corajosa saiu do planeta fome para cantar no programa de auditório na década de 40.E botou para quebrar e quem nao quebrou, requebrou.

Com vocês Elza que canta inteira de seu cd, que eu tenho claro... Do Coccix até o pescoco, Dor de cotovelo do Caetano, sob medida para ela.(ainda sem cedilhas)

Mas um comentário que virou post...

Monix,
Eu concordo com você. Eu até parei de carregar a camera. E agora no verao fotografo menos flores. Claro ja fotografei todas as roseiras, tulipas, camelias , hortensias, azaléias, eita sera que esqueci alguma flor?, aqui da minha vizinhanca. Quando eu fotografava nas cameras reflex, e, para os trabalhos de designer eu perdia muitos filmes por que esquecia de revelá-los e fico pensando quantas fotos nao perdi. Principalmente quando o filme era colorido que eu nao podia revelar. Eu rezava para a chegada de um dispositivo onde eu pudesse ver as fotos na propria maquina e nao precisa-se revelar... Voilá quase 10 anos depois comercializaram a camera digital que passei anos usando dentro da bolsa para momentos de fotos incríveis. Hoje quero apenas ser uma transeunte normal. E deixar o povo de Viena em paz. E que eles me deixem em paz. E perto dos turistas com foto... Passo longe!
Resolvi deixar tudo fruir... E só fotografar os momentos realmente importantes... E aí vem uma filosofia de mesa de macdonalds... Será que existe mesmo um momento importante??? Eu nao tenho fotos nem da minha formatura para horror da minha mae... E parece que casamento também nao vai acontecer...


Postado originalmente como comentário no blog Duas Fridas. Leia o post que originou aqui.

Produtos no name. Sem nome.


Hoje é para aqueles que dizem que eu só falo mal da Áustria. Uma das coisas que mais gosto aqui sao os produtos genéricos que existem para quase tudo.
As drogarias, que possuem um conceito um pouco diferente das brasileira. Pois remédios säo vendidos nas Apotecas(Apotheke) que vem do grego e significa dispensa. O Apoteca em português eu sei que é usado só para as farmácias de manipulacao. As Outras sao farmácias mesmo, sem o ph.

Bem as drogarias daqui vendem da tinta do cabelo a remédios naturais, passando pelos graos, xampus, sabonetes ao sabao em pó fraldas descartáveis, perfumes carésimo ou baratésimos. Tá tudo lá. E aqui existem várias cadeias. Como a Bipa, DM,
Gewuss wie que o armazem fica aqui na minha esquina e só de produtos naturais, outro dia encontrei cápsulas de acerola... Pasmem! Além de outras.

Mas a possibilidade de comprar produtos mais barato do que os nacionais é o que me deixa felícissima.

Por exemplo na foto abaixo eu deixo uma amostra dos produtos que podemos comprar a precos super acessíveis.

Desodorante Spray extrato de pérolas da DM - €0,95
Sabonete com creme hidratante também DM - €0,69
Lencos umidecidos caixinha DM - €1,45
Creme hidratante Ombia com amendoas hofer 500ml - 1,59
Absorvente Jessa pacote com 14 - €2,65 esse é salgado mas o meu favorito daqui é impraticável pois custa € 3,95
Além de produtos de limpeza
Azeite de oliva
E o óleo de semente de abóbora.

PAra brasileiros esses precos podem ser altos. Mas eu sempre ando por aqui comparando os precos e digo se eu ganhasse mil euros aqui, se faz mais que com 1000 reais. Conheco muitos que trabalham em torno de 20 horas semanais e ganham em torno de mil euros por mes é possível pagar aluguel e comer e ainda ter aquecimento e ainda ter férias no Brasil. Claro que em todo lugar tem gente que quer mostrar que pode mais que os outros e exagera no carro, nos móveis ou nas roupas, mas mesmo tudo isso se quiser pode ser comprado em promocao. Uma loja de departamentos de coisas para casa, classe média fechou no shopping por que inaugurou uma loja própria imensa e queimou, repito queimou o estoque da lojinha com pelo menos 50% de desconto.

Todo supermercado tem sua linha preco baixo, descobriram esse nicho depois da crise. E eu acho legal por que a qualidade nao peca em nada. Quem lembra dos extrato de tomate elefante e o extrato arisco? Sabe que a gente só paga marca.
Um mercado brasileiro comprava produtos de produtores paulista e colocava sua marca genérica e vendia com até 20% de desconto. Eu nao como marca... Claro que Bombril tem 10001 utilidades, mas quando é o bolso que grita a conversa muda e a gente para de pagar royalties. Eu quero mais por meu dinheiro

Se eu for embora para sempre vou sentir falta...Vou ter que voltar sempre... hehehehe.

E aí no seu país tem algo parecido??? Conte para mim tire uma foto como essa aí de cima e mande o link do seu blog.

Proxima parada Ikea.